Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Apagão volta a deixar Venezuela às escuras

Apagão volta a deixar Venezuela às escuras
Direitos de autor
REUTERS/Carlos Garcia Rawlins
Tamanho do texto Aa Aa

A Venezuela voltou a ficar às escuras. O país passou por mais um apagão, esta sexta-feira, depois de dois episódios semelhantes, no período de um mês.

Apesar de o ministro das Comunicações ter anunciado o regresso à normalidade na maioria da região ainda esta semana, os especilaistas já tinham deixado o alerta para a vulnerabilidade do sistema energético.

Às claras, apoiantes de Maduro e Guaidó planeiam continuar a mostrar-se do lado dos líderes

O apoio ao autoproclamado presidente interino continua a ser evidente nas ruas, onde a polícia não afasta os opositores ao regime, apenas se preocupa em separar os dois grupos.

De fora, a comunidade internacional mantem-se disposta a prestar apoio à Venezuela. A Cruz Vermelha afirmou estar preparada para fazer entrar ajuda humanitária no país, numa operação semelhante à da Síria, para atenuar a fome e a propagação de doenças.

Uma criase humanitária rejeitada por Nicolás Maduro, que em fevereiro negou à oposição o apoio dos Estados Unidos ma entrada de ajuda pelas fronteiras com a Colômbia e o Brasil.