A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rumo às eleições europeias: A França profunda

Rumo às eleições europeias: A França profunda
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A caminho das eleições europeias, a Euronews fez-se à estrada por 14 países da União para falar com os cidadãos sobre as questões que os preocupam. Após 2000 km por Portugal e Espanha, os nossos repórteres chegam agora a França, à procura de novas questões importantes para os europeus.

Anelise Borges: "Estamos agora em França, o terceiro país que vamos percorrer nesta viagem pela Europa antes das eleições europeias. É aqui que dizemos "Bonjour" a Cyril, o jornalista da euronews aqui em França, e dizemos "Adios" a Cristina, correspondente da euronews em Espanha, que nos acompanhou nesta viagem por Espanha. Cristina, quero perguntar-te, antes de ires embora, o que mais te impressionou nesta viagem através do teu próprio país?

Cristina Giner: "Fiquei muito surpreendida com o quanto as pessoas estão ansiosas por falar. Elas ficaram felizes por se sentarem conosco para expressarem as suas ideias porque, especialmente em Barcelona, poucas pessoas confiam nos media, quase sempre perguntam qual o media em que trabalhamos e eu senti que estavam muito relaxadas apenas por se sentarem e poderem expressar-se e dizer o que tinham para dizer".

Anelise Borges: Especialmente sobre a questão da Catalunha, que é uma questão tão importante ... Aqui, em França, também vamos falar sobre questões importantes, o que vamos ver aqui em França, Cyril?

Cyril Fourneris: "Estou muito feliz por teres dito isso, porque tenho certeza de que será o mesmo aqui em França. Vamos viajar pela parte sul, em regiões que não são as mais ricas do país e tenho certeza de que as pessoas vão querer conversar e estou muito feliz por lhes dar oportunidade de fazê-lo. Nós vamos ouvir as pessoas que estão furiosas, que se sentem abandonadas, conhecer "coletes amarelos", claro, que é um movimento enorme que tem vindo a fazer as manchetes já há alguns meses em França.

Anelise Borges: "Absolutamente, o movimento social dos coletes amarelos ...

Cyril Fourneris: Coletes amarelos, mas não só, vamos encontrar alguns agricultores que acreditam que uma outra vida e uma outra forma de fazer as coisas é possível e estamos muito felizes por falar sobre assuntos europeus, mas não só, também questões sociais, económicas, e ambientais, claro.

Anelise Borges: "Tudo o que é importante para as pessoas. Muito obrigada a ambos. Tu ficas comigo... tu voltas para Espanha, muito obrigada por tudo e nós vamos continuar esta viagem... Muito obrigada, Cristina."