A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Um porto de abrigo para primatas em Girona

Um porto de abrigo para primatas em Girona
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Sem caçadores furtivos ou perigos à espreita, na Fundação Mona, em Girona, Espanha, chimpanzés e macacos tentam retomar uma vida normal.

Com histórias diferentes mas igualmente dolorosas, os primatas recebem neste centro de reabilitação um tratamento de cinco estrelas para que o passado negro fique decididamente para trás.

"O que é ser feliz? Acredito que para um chimpanzé que viveu um trauma, que foi capturado na selva, que ficou sem mãe, isolado, e que viveu com outra espécie que não a sua, este lugar poderá representar a felicidade porque pode decidir onde está, tem um grupo social da sua espécie com o qual se pode relacionar e tem um acompanhamento por parte de cuidadores", explica Olga Feliu, fundadora e diretora da Fundação Mona.

Tom, Coco e Bea foram os três primeiros chimpanzés a chegar à Fundação. Juanito nasceu em Tenerife e foi separado da mãe.

Nesta instituição, veterinários e cuidadores certificam-se de que todos estão de boa saúde e recuperam das vidas traumáticas.