Governo escocês quer novo referendo à independência

Governo escocês quer novo referendo à independência
Direitos de autor REUTERS/Russell Cheyne
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, considera que se houver Brexit, os escoceses devem poder voltar a escolher se continuam ou não no Reino Unido, tendo anunciado esta quarta-feira que vai legislar no sentido de organizar novo referendo à independência até 2021.

PUBLICIDADE

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, considera que se houver Brexit, os escoceses devem poder voltar a escolher se continuam ou não no Reino Unido, tendo anunciado esta quarta-feira que vai legislar no sentido de organizar novo referendo à independência até 2021.

"Considero que uma escolha entre o Brexit e um futuro para a Escócia como nação europeia independente deve ser oferecida durante este Governo. Se a Escócia for retirada da União Europeia, a opção de um referendo à independência nesse período de tempo deve ser-nos dada. Essa será a nossa rota para evitar o pior dos danos que o Brexit provocará", disse Sturgeon.

Um porta-voz da primeira-ministra britânica, Theresa May, já respondeu ao anúncio de Nicola Sturgeon, dizendo que a Escócia efetuou uma consulta popular em 2014 e que o resultado, a rejeição da independência, deve ser respeitado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de mil tochas acesas na celebração Viking no Reino Unido

Vagas de calor ameaçam salmões escoceses

Monstro de Loch Ness: Caçadores na Escócia para a maior busca de "Nessie" em meio século