A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rumo às eleições europeias: o rio Evros e a migração

Rumo às eleições europeias: o rio Evros e a migração
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A crise migratória tem preocupado a Europa e a Grécia é um dos pontos de entrada de milhares de refugiados e migrantes que tentam entrar no Velho Continente.

Os jornalistas Fay Doulgari e Bryan Carter percorreram o rio Evros, que estabelece a fronteira entre a Turquia e a Grécia.

À medida que percorrem a região compreendem, rapidamente, que a migração é uma questão sensível. Este é um dos principais pontos de entrada na Europa, para os refugiados. Para reduzir o número de travessias, o Governo grego construiu, em 2012, uma cerca de 10 quilómetros na única parte da fronteira entre a Grécia e a Turquia que não está dividida pelo rio Evros. Isso não impediu que algumas pessoas tentassem atravessar.

O rio Evros não é o único curso de água que os migrantes atravessam. Recentemente, os contrabandistas abriram uma nova rota, trazendo refugiados de barco, diretamente da Turquia para Alexandropouli.

A localização geográfica do Evros coloca-o na vanguarda da rota migratória da Ásia e do Médio Oriente. Independentemente das medidas de segurança tomadas pela Grécia, o apelo da Europa continuará a levar muitos refugiados a arriscar as suas vidas para conseguirem chegar.