Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Marcha pelos filhos "desaparecidos" no dia da mãe

Marcha pelos filhos "desaparecidos" no dia da mãe
Direitos de autor
REUTERS/Edgard Garrido
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O dia da mãe no México foi este ano assinalado na rua por milhares de pessoas. Um dia pelos filhos desaparecidos, apanhados nas malhas da guerra do tráfico de droga no país.

Estima-se que 40 mil pessoas tenham desaparecido desde 2006.

Para Mónica Orozoco, uma mulher que procura o filho há quatro anos, nada há para celebrar no dia da mãe. Por isso pede às autoridades que "ouçam as famílias e investiguem os desaparecimentos".

O dia da mãe é celebrado no México sempre a 10 de maio.

Em 2018, a violência no país disparou. O número de homicídios atingiu um novo recorde, mas os três primeiros meses deste ano foram ainda mais mortíferos que igual periodo de 2018.

Raros são os desaparecidos que são encontrados pelas autoridades. No interior do país já foram detectadas várias valas comuns, com cadáveres que não chegaram a ser identificados.