A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

EUA suspendem sanções à Huawei por 90 dias

EUA suspendem sanções à Huawei por 90 dias
Direitos de autor
REUTERS/Dado Ruvic
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois da tempestade, a água na fervura. Os Estados Unidos suspenderam por 90 dias as sanções à Huawei. Um período transitório de adaptação, antes de a companhia chinesa de telecomunicações e os parceiros comerciais perderem o direito de usar componentes e programas informáticos norte-americanos.

A guerra comercial está a deixar os consumidores apreensivos. Há quem lembre que os telemóveis não são feitos para durar muito tempo e quem, apesar de não acreditar em grandes mudanças, admita gostar de ter sido alertado para a situação, antes de ter comprado um novo equipamento.

A Huawei já reagiu à notícia. O fundador da empresa diz que os Estados Unidos "subestimaram a força" do grupo e prometeu não deixar Washington afetar o desenvolvimento da rede 5G.