Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Camões para Chico Buarque

Camões para Chico Buarque
Tamanho do texto Aa Aa

Não são precisos muitos acordes para a maioria identificar muitas das canções de Chico Buarque, mas - como sublinhou o júri - é "o homem da literatura" e não "o músico" quem foi agora distinguido com o Prémio Camões 2019.

A poucas semanas deste completar 75 anos de vida, o multifacetado artista carioca foi agora galardoado com o mais importante prémio literário do mundo lusófono. Ele que criou uma das mais icónicas odes à revolução dos cravos, em Portugal.

'Tanto Mar', de Chico Buarque, no documentário sobre o 25 Abril "Outro país", de Sérgio Tréfaut

O júri destaca que "se há obra da língua portuguesa que atravessa fronteiras é a" de Francisco Buarque de Holanda. "Poesia, romance, canções, todas as gerações da língua portuguesa têm uma memória construída que passa pelo Chico", acrescenta para justificar a escolha unânime e "entusiástica" para suceder ao escritor cabo-verdiano Germano Almeida vencedor do Prémio Camões no ano passado.

A cerimónia de entrega do galardão terá lugar em Lisboa em data ainda a anunciar.

Entretanto, de Chico Buarque não falta quem deseje que continue por muito tempo a contribuir para a "Construção" da língua portuguesa.