A contraofensiva dos antipopulistas

A contraofensiva dos antipopulistas
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vários partidos políticos antipopulistas avançam com uniões transfronteiriças em defesa de uma Europa social e de integração.

PUBLICIDADE

Com os partidos populistas, nacionalistas e de extrema-direita a ganharem cada vez mais uma projeção maior na Europa, aqueles que estão no campo contrário, defendem uma Europa de integração e são anti-populistas, sentiram a necessidade de criar uma contraofensiva de partidos pró-Europa.

O candidato dos socialistas europeus a Presidente da Comissão Europeia, o holandês Frans Timmermans, foi a Viena apoiar os socialistas austríacos.

"Se fizermos as coisas bem e evitarmos ter um conservador como chefe da Comissão Europeia pela primeira vez em 15 anos, então valerá a pena construir uma Europa social. Por isso peço: por favor, votem," afirmou Frans Timmermans.

O belga Guy Verhofstadt, líder liberal do Parlamento Europeu, foi até Budapeste para apadrinhar os principais candidatos da coligação de esquerda, que junta Partido Socialista e Diálogo Verde, enquanto estes pediram o apoio dos eleitores húngaros para derrotar as forças nacionalistas e populistas da Europa nas eleições de domingo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Hungria: Ursula von der Leyen "não se incomoda" com cartazes críticos

Diminuiu drasticamente o fluxo de migrantes na fronteira entre a Eslováquia e a Hungria

Viktor Orbán: "Ucrânia está a anos-luz de aderir à União Europeia"