Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Líder do PPE recusa parcerias com eurocéticos

Líder do PPE recusa parcerias com eurocéticos
Direitos de autor
REUTERS/Andreas Gebert
Tamanho do texto Aa Aa

O líder do PPE, Partido Popular Europeu, recusa parcerias com as formações eurocéticas.

Reagindo ao resultado das eleições europeias, Manfred Weber, afirma que apesar de ter perdido lugares está disposto a dialogar com as restantes forças políticas representadas no hemiciclo.

"Estamos preparados para dialogar. Vou sentar-me com os diferentes partidos. Vou reunir-me com os Sociais-Democratas, Liberais, Verdes e aqueles do nosso grupo, o Partido Popular Europeu. Nós, o PPE, defendemos a estabilidade. Isto significa que a cooperação com a extrema-direita ou esquerda, que repudiam a Europa, que não apoiam o projeto do Parlamento Europeu, recusamos categoricamente qualquer parceria com estes partidos", disse Manfred Weber.

O Partido Popular Europeu conquistou pelo menos 180 assentos parlamentares mantendo-se como o principal grupo político no parlamento europeu.

A média da afluência às urnas por toda a União Europeia atingiu praticamente 51%, o melhor resultado dos últimos vinte anos.