A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Presidente mexicano disposto a dialogar com os Estados Unidos

Presidente mexicano disposto a dialogar com os Estados Unidos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente mexicano já reagiu ao anúncio norte-americano de imposição de tarifas comerciais sobre as exportações mexicanas.

Andres Manuel Lopes Obrador afirma estar confiante em chegar a um acordo com Washington na próxima semana.

A Casa Branca justifica as tarifas comerciais com a necessidade de estancar o fluxo de imigrantes ilegais.

O anúncio gerou indignação no seio da comunidade empresarial norte-americana preocupada com o impacto das medidas naquele que é um dos principais parceiros comerciais dos Estados Unidos.

Este sábado o presidente mexicano reagia afirmando que tudo se pode resolver através do diálogo.

"Existem opções internacionais a que podemos recorrer. Penso que não será necessário, acho que vamos chegar a um bom acordo através do diálogo e não teremos que recorrer a processos legais. Queremos manter boas relações com o governo norte-americano", disse Lopez Obrador.

Na sexta-feira, o presidente norte-americano, Donald Trump, publicou uma mensagem nas redes sociais na qual afirma que as tarifas comerciais são formas de interromper o tráfico de drogas e a imigração ilegal. Na mensagem, Trump afirma que a imposição de tarifas poderá levar muitas empresas a abandonarem o país.

O anúncio de Donald Trump representa o maior desafio de política externa enfrentado até ao momento pelo presidente mexicano a braços com um níveis crescentes de violência de grupos criminosos e uma vaga de imigração proveniente da América Central.