A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Syriza e Nova Democracia apelam ao voto

Syriza e Nova Democracia apelam ao voto
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os dias de campanha chegaram ao fim. A Grécia está a poucas horas de ir às urnas e decidir, este domingo, que governo quer para os próximos anos.

O ainda primeiro-ministro não desiste do rumo tomado pelo Syriza e acena com os fantasmas da austeridade e da desigualdade.

"O nosso povo não pode esquecer os dias negros que este país viveu, entre 2010 e 1 de janeiro de 2015, quando fizemos a grande mudança política, a maior mudança política na história moderna da nossa nação", afirmou Tsipras, no último discurso da campanha.

O primeiro-ministro, tal como o presidente da Nova Democracia, pediram às pessoas para votar. Kyriakos Mitsotakis concluiu a campanha eleitoral no norte da Grécia, onde o seu partido tem mais poder político.

De acordo com as sondagens, o Nova Democracia está à frente das intenções de voto. Apesar de o líder do Syriza acreditar que ainda pode virar o resultado, as previsões são favoráveis ao partido conservador grego, que deverá assegurar mais de 150 deputados no parlamento e assim chegar à maioria absoluta.