A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Quarta etapa do Rali Rota da Seda: vitória dupla para a Toyota e tripla para a MAZ

Quarta etapa do Rali Rota da Seda: vitória dupla para a Toyota e tripla para a MAZ
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na quarta etapa do Rali Rota da Seda, os pilotos enfrentaram a primeira parte de uma maratona de 470 quilómetros, o percurso mais longo da corrida, desenhado em redor de Ulan Bator.

Motocicletas: mais percalços

Os problemas não tardaram. Em motocicletas, a russa Anastasia Nifontova (Husqvarna F450RR) teve um acidente a meio caminho, tendo sido assistida por paramédicos, que suspeitam de uma fratura da clavícula, e levada de helicóptero para o hospital.

O vencedor de ontem, Kevin Benavides (Monster Energy Honda Team) , quebrou o travão dianteiro, que não só lhe custou 18 minutos, como teve que acabar o percurso com um só travão, de acordo com as regras da maratona, que não permitem a assitência mecânica. O argentino terminou na décima segunda posição.

O britânico Sam Sunderland (Red Bull KTM Factory) foi o vencedor da etapa.

“Foi um dia longo, uma etapa muito rápida. Foi difícil manter a concentração e , a certa altura, começou a chover, o que diminuíu a visibilidade. Mas sentia-me bem e a navegação foi boa. Foi uma etapa boa mas como não sabemos como serão as próximas, é difícil definir uma estratégia.”
Sam Sunderland

O português Paulo Gonçalves (HERO MOTOSPORTS Team Rally) terminou hoje em nono, a 11m49s de Sam Sunderland, ocupando agora o oitavo posto da classificação geral das motos.

“Foi um longo dia com 470 km para ser feito em tachas muito rápidas. A moto funcionou muito bem e não tive problemas hoje em dia. Estou me sentindo bem e pronto no próximo estágio e continuarei me esforçando para fazer melhor e melhor.”
Paulo Gonçalves

Vitória dupla para a Toyota em carros

Em carros a vitória foi dupla para a Toyota, com mais uma etapa no bolso para Nasser Al-Attiyah (Toyota Gazoo), seguido do holandês Eric Van Loon (Overdrive Racing). Kun Liu (Shanxi Yunxiang Qimosport) terminou na terceira posição, subindo para segundo na classificação geral. Kun Liu é um de seis pilotos chineses que terminaram hoje no top 10.

Apesar do alto nível técnico de dificuldade do percurso, pilotos como Eric Van Loon e Denis Krotov (Msk Rally Team) não mediram palavras de elogio à organização da prova e qualidade dos roteiros de navegação.

Camiões: MAZ, MAZ, MAZ

Em camiões, a vitória foi tripla, desta vez para a MAZ, pelas mãos do vencedor da etapa Siarhey Viazovich, seguido de Aleksandr Vasilevski e Aleksei Vishnevsky.

O dia correu mal à KAMAZ, com furos em três caminhões e problemas no radiador de Andrey Karginov teve que parar seis vezes para meter água num radiador perfurado e trocar de pneus.

Ainda assim, Anton Shibalov permanece segundo na classificação geral.