OMS decreta ébola na RDC como emergência sanitária mundial

OMS decreta ébola na RDC como emergência sanitária mundial
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Epidemia de ébola já fez 1700 mortos em território congolês e chegou a Goma, grande cidade do lesde do país, a 20 quilómetros da fronteira com o Ruanda

PUBLICIDADE

A Organização Mundial de Saúde elevou o surto de ébola na República Democrática do Congo para o nível de emergência sanitária internacional, três dias depois do primeiro caso de contaminação em Goma, grande cidade do leste do país, localizada a apenas 20 quilómetros da fronteira com o Ruanda.

A epidemia fez, até ao momento, 1700 mortos em território congolês. A OMS pediu, no entanto, que nenhum dos países vizinhos feche as fronteiras.

O diretor-geral da organização, Tedros Adhanom Ghebreyesus, frisou que "a OMS não recomenda qualquer restrição às viagens e comércio, o que, em vez de parar o ébola, pode na realidade prejudicar o combate. Essas restrições forçam as pessoas a recorrer a travessias fronteiriças informais e não vigiadas, que aumentam o potencial de risco para a propagação da doença."

É a décima vez, desde 1976, que a República Democrática do Congo se vê confrontada com o vírus.

A última vez que a OMS decretou uma emergência sanitária mundial foi em 2014, por ocasião da grande epidemia de ébola que fez 11.000 mortos na África Ocidental.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Um novo paradigma para as relações entre África e o Japão?

Macron promete ajuda humanitária à RDC mas recebe críticas

Uganda levanta parcialmente o confinamento