A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Oposição russa evoca possível envenenamento de Navalny

Oposição russa evoca possível envenenamento de Navalny
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As suspeitas de que o líder da oposição na Rússia terá sido vítima de envenenamento levaram vários apoiantes ao hospital para onde Alexei Navalny foi transportado. Cerca de duas dezenas deles, e até mesmo jornalistas em trabalho, foram detidos pelas autoridades.

Navalny, que cumpria uma pena de prisão de 30 dias por convocação de um protesto não autorizado, foi internado após sofrer o que foi apresentado como uma "grave reação alérgica".

O hospital ainda não divulgou um diagnóstico oficial. Mas, segundo a médica pessoal do ativista, este apresentava uma inflamação grave no rosto, sobretudo nas pálpebras, e vários abcessos no pescoço, peito e costas. Anastasia Vasilyeva escreveu no Facebook que conseguiu falar rapidamente com Navalny, mas que não a deixaram examiná-lo, declarando que pode estar em causa a possibilidade de envenenamento.

Protestos em Moscovo, este sábado

Já a advogada do opositor, Olga Mikhailova, veio manifestar a sua estranheza, tanto mais que Navalny não terá qualquer histórico de alergias.

O advogado anticorrupção foi encarcerado depois de apelar à manifestação que decorreu no passado sábado, na qual foram detidos mais de mil manifestantes.

O protesto deveu-se à exclusão de vários candidatos independentes das eleições para a Assembleia Municipal de Moscovo, no dia 8 de setembro.