A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Trump acusa China de manipular a moeda

Trump acusa China de manipular a moeda
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A guerra comercial entre a China e os Estados Unidos passou para um novo patamar. Pequim decidiu desvalorizar a moeda para um mínimo histórico de 7 Yuan por Dólar - o mais baixo desde 2008.

Donald Trump usou o Twitter para lançar a acusação de "manipulação monetária", acrescentado que a medida é uma "grande violação que vai enfraquecer a China a longo prazo".

Na resposta, o governador do Banco Central chinês declarou que a moeda não servia como ferramenta para lidar com perturbações externas e que não havia uma política de desvalorização competitiva.

Analistas também não acreditam numa desvalorização manipulada. Tan Yaling, economista-chefe do Instituto de Investigação e Investimento Forex considera mesmo que "é um pouco rebuscado discutir uma guerra de políticas cambiais", acrescentando que "na perspectiva da manipulação da taxa de câmbio ou da capacidade de intervir na moeda, os Estados Unidos serão mais capazes. O mercado cambial externo para a China ainda não está desenvolvido."

A notícia da desvalorização da moeda surge no dia em que o Ministério chinês do Comércio anunciou que as empresas chinesas pararam de comprar produtos agrícolas aos Estados Unidos.

A China é, por exemplo, o maior comprador mundial de soja. Só nos últimos 15 dias de julho comprou 130 mil toneladas desta leguminosa.