A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Explosão na Rússia faz cinco mortos e aumenta radiação

Explosão na Rússia faz cinco mortos e aumenta radiação
Direitos de autor
REUTERS/Sergei Yakovlev
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma corrida ao iodo está a esgotar o fornecimento das farmácias em Severodvinsk e Arkhangelsk. Os comprimidos deste químico ajudam a mitigar os efeitos da exposição à radiação, que anda acima do normal nestas cidades russas.

O fenómeno acontece depois de, esta segunda-feira, uma série de explosões num depósito de armas de uma base militar local ter feito pelo menos cinco mortos, desalojado milhares de pessoas e aumentado os níveis de radiação.

Konstantin Fomin, coordenador de média da Greenpeace, afirma que "não compararia isto a Chernobyl. Regra-geral, hoje, na Rússia, há um grande problema relativamente à atitude para com o desperdício radioativo. Normalmente não interessa se acontece algum acidente num reator, ou se uma perda de lixo radioativo chega aos rios, o que importa é a forma como toda a indústria se relaciona com a segurança".

Com base na informação cedida pela agência nuclear estatal, uma agência noticiosa russa conta que o acidente na base militar terá acontecido na sequência da explosão de um engenho movido a combustível líquido.