EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Espanha vai a votos em novembro

Espanha vai a votos em novembro
Direitos de autor REUTERS/Javier
Direitos de autor REUTERS/Javier
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Prazo para que se apresente uma maioria que sustente um governo termina na segunda-feira, 23 de setembro

PUBLICIDADE

Espanha vai novamente a votos. O rei Felipe VI escutou os partidos com assento parlamentar e anunciou que não haver condições para convocar uma sessão de investidura.

Logo depois, o primeiro-ministro, o socialista Pedro Sánchez, anunciou o sufrágio para 10 de Novembro e começou o jogo do empurra responsabilizando o Unidas Podemos pelo fracasso negocial.

Pablo Iglésias defendeu-se e acusou o dirigente socialista de pretender ser primeiro-ministro sem dar nada em troca. O Unidas Podemos exigia participar num governo de coligação.

O Ciudadanos também apontou o dedo ao dirigente socialista. Albert Rivera vez uma oferta de última hora, dando uma guinada de 180°, mas que acabou recusada pelo presidente do executivo.

Pablo Casado do Partido Popular responsabilizou Pedro Sánchez pelo fracasso negocial e acusou-o “de olhar para o dedo em de ver a Lua” ao atribuir as culpas ao Unidas Podemos e Ciudadanos.

Esta será a quarta vez que os espanhóis vão votar para o parlamento em quatro anos e a segunda em sete meses. Mas a divisão da sociedade espanhola ameaça novo impasse parlamentar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Festa de San Fermin: sete corredores hospitalizados no penúltimo dia da corrida de touros

Turismo de massas em Espanha: as Ilhas Baleares estão a afogar-se?

A mais rápida corrida de de touros de San Fermin 2024