Última hora
This content is not available in your region

Hofer, um "lobo com pele de cordeiro"

euronews_icons_loading
Hofer, um "lobo com pele de cordeiro"
Direitos de autor  REUTERS/Leonhard Foeger
Tamanho do texto Aa Aa

Quatro meses depois do escândalo Ibizagate, que afastou o FPÖ da coligação governamental, as esperanças de um regresso ao poder da extrema-direita austríaca residem no currículo imaculado do novo líder da formação, Norbert Hofer.

O engenheiro aeronáutico navega na política austríaca desde a mais tenra idade: jovem militante do FPÖ, seguindo nas pisadas do pai, foi entre 2013 e 2017 vice-presidente da Assembleia Nacional, conquistando respeito para além das fileiras do partido populista.

A bengala que tradicionalmente o acompanha, é consequência de um acidente de parapente sofrido em 2003.

Em 2016 chegou a vencer a primeira volta das presidenciais, mas acabou derrotado face ao ecologista Alexander Van der Bellen. Até à queda do governo, em Maio deste ano, ocupava o posto de Ministro dos Transportes.

Hofer é muitas vezes classificado de "lobo com pele de cordeiro" já que, lado a lado com um permanente sorriso e postura afável, exibe uma posição estritamente nacionalista, classificando nomeadamente os refugiados como "invasores".