A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

China dispara munição real contra manifestantes em Hong Kong

China dispara munição real contra manifestantes em Hong Kong
Direitos de autor
Reuters / SUSANA VERA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um manifestante foi atingido com um tiro de munição real disparado à queima-roupa por um polícia de Hong Kong.

Embora a polícia tenha disparado tiros de advertência para o ar, em várias ocasiões, durante os quatro meses de protestos antigovernamentais em Hong Kong, esta é a primeira vez que se sabe que um manifestante foi baleado com munição real.

Esta terça-feira, dezenas de milhares de pessoas voltaram a manifestar-se nas ruas de Hong Kong, enquanto, em Pequim, os líderes comunistas comemoravam os 70 anos da fundação da República Popular da China,

Entretanto, aumenta o receio de uma escalada de violência nas manifestações antigovernamentais que se espalharam pelo território chinês semi-autónomo.

A policia de Hong Kong comunicou que "a situação é muito perigosa" e pediu às pessoas para que "fiquem em casa ou regressem a casa o mais rapidamente possível".