Última hora

Google anuncia revolução quântica

Google anuncia revolução quântica
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pode ser o início de toda uma revolução no mundo da tecnologia: a Google encontrou em 200 segundos a resposta para uma complexa operação que, com as capacidades atuais, demoraria milhares de anos a resolver.

O estudo foi publicado pela respeitada revista Nature: um computador quântico criado pela Google conseguiu resolveu em cerca de três minutos um problema que, estima-se, levaria 10 mil anos a solucionar.

"Os investigadores da Google provaram que o computador quântico consegue resolver em segundos uma operação que levaria milhares de anos ao supercomputador mais rápido do mundo. É o que se chama de 'supremacia quântica'. É um passo histórico", afirma o diretor executivo da Google, Sundar Pichai.

A pergunta que se coloca é: chegou ao fim a era digital, sendo que os bits quânticos podem ser simultaneamente 1 e 0? Uma das grandes rivais da Google, a IBM, declara que um supercomputador reforçado pode obter dados mais precisos em menos de três dias.

O homem que criou o conceito de "supremacia quântica", John Preskill, professor do Instituto de Tecnologia da Califórnia, considera o seguinte: "Quando a Google diz que são necessários milhares de anos para reproduzir os resultados do computador quântico, não se trata de uma estimativa rigorosa. Mas a ideia que a Google está a tentar demonstrar é aceitável".

Há várias décadas que a aventura quântica desafia o mundo científico e tudo indica que as respostas já estão aí.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.