Última hora

Petição pede etiqueta sobre valor nutricional dos alimentos

Petição pede etiqueta sobre valor nutricional dos alimentos
Tamanho do texto Aa Aa

Uma etiqueta com uma escala de cinco letras e cinco cores sobre a qualidade nutricional dos alimentos poderia ajudar os consumidores a compor um cabaz de compras equilibrado. Essa é a ideia do "Nutriscore", uma etiqueta defendida por eurodeputados ecologistas e organizações da sociedade civil.

Para conseguir que seja adotada por toda a União Eurppeia, os defensores da ideia elaboraram uma petição de cidadãos dirigida à Comissão Europeia, que vai rever, em breve, uma diretiva comunitária nesta matéria.

"Vemos surgir um interesse crescente sobre esta ideia num momento em que a Comissão Europeia tem de cumprir um regulamento de 2011 que a obriga a rever as disposições sobre rotulagem de alimentos. Seria uma boa oportunidade para introduzir a etiqueta sobre o valor nutricional, em regime obrigatório a nível europeu. Tal harmonização seria boa para a concorrência no mercado interno e para os consumidores", disse Monique Goyens, diretora-geral da Federação Europeia de Associações de Defesa do Consumidor.

A escala pode ser um instrumento de educação alimentar, ajudando a perceber que certos produtos podem ter maior impacto em doenças como a obesidade, um problema de saúde pública crescente na União.

"Se for obrigatório em todos os produtos, a escala pode ter impacto positivo, como demonstrou um estudo realizado em França, que revelou uma quebra de 3,4% na mortalidade anual. Isso significa menos 7.500 mortes relacionadas com doenças crónicas relacionadas com nutrição", explicou Serge Hercberg, professor de Nutrição na Faculdade de Medicina da Universidade de Paris 13.

No caso de Portugal, um grupo francês de supermercados já utiliza a etiqueta nos produtos designados de linha branca, que a empresa disponibiliza.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.