A "missão impossível" de José Mourinho no Tottenham

A "missão impossível" de José Mourinho no Tottenham
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Clube não vence campeonato inglês desde 1961, adeptos e antigos jogadores defendem antigo treinador

PUBLICIDADE

José Mourinho está de regresso aos bancos e será o treinador do Tottenham até 2023. O português substitui o argentino Mauricio Pochettino mas a sua chegada a White Hart Lane está longe de ser consensual no clube do norte de Londres.

Durante a sua primeira entrevista, o treinador português não deixou margem para dúvidas: "não podia estar mais feliz e se não estivesse tão feliz, não estaria aqui." O clima de felicidade, no entanto, não é geral.

Entre os adeptos dos Spurs não é difícil encontrar quem ainda esteja do lado do antigo treinador. Entre os antigos jogadores, o cenário não é muito diferente.

Gary Lineker e Jermaine Jenas, que vestiram ambos a camisola do Tottenham, também mostraram estar do lado do antigo treinador, já Jamie Carragher disse que se adivinhava um fim de ciclo e que Pochettino deverá regressar à Premier League em breve.

O argentino levou o clube à final da Liga dos Campeões mas não conseguiu conquistar nenhum troféu em cinco anos. Chega agora Mourinho para tentar o "milagre" de conquistar o campeonato inglês pela primeira vez desde 1961.

Uma missão "impossível" para esta temporada, ou não estivesse o Tottenham em 14.º lugar já a 20 pontos do líder Liverpool. A estreia de José Mourinho no banco dos Spurs está marcada para sábado e logo com um dérbi frente ao West Ham.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Justiça espanhola pede quase cinco anos de prisão para Carlo Ancelotti por fraude fiscal

Morreu Artur Jorge, ex-selecionador nacional e treinador campeão europeu pelo FC Porto

Franz Beckenbauer, histórico futebolista alemão, morre aos 78 anos