Última hora

A "missão impossível" de José Mourinho no Tottenham

A "missão impossível" de José Mourinho no Tottenham
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

José Mourinho está de regresso aos bancos e será o treinador do Tottenham até 2023. O português substitui o argentino Mauricio Pochettino mas a sua chegada a White Hart Lane está longe de ser consensual no clube do norte de Londres.

Durante a sua primeira entrevista, o treinador português não deixou margem para dúvidas: "não podia estar mais feliz e se não estivesse tão feliz, não estaria aqui." O clima de felicidade, no entanto, não é geral.

Entre os adeptos dos Spurs não é difícil encontrar quem ainda esteja do lado do antigo treinador. Entre os antigos jogadores, o cenário não é muito diferente.

Gary Lineker e Jermaine Jenas, que vestiram ambos a camisola do Tottenham, também mostraram estar do lado do antigo treinador, já Jamie Carragher disse que se adivinhava um fim de ciclo e que Pochettino deverá regressar à Premier League em breve.

O argentino levou o clube à final da Liga dos Campeões mas não conseguiu conquistar nenhum troféu em cinco anos. Chega agora Mourinho para tentar o "milagre" de conquistar o campeonato inglês pela primeira vez desde 1961.

Uma missão "impossível" para esta temporada, ou não estivesse o Tottenham em 14.º lugar já a 20 pontos do líder Liverpool. A estreia de José Mourinho no banco dos Spurs está marcada para sábado e logo com um dérbi frente ao West Ham.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.