Última hora

Irão promete castigos severos para autores dos protestos dos combustíveis

Irão promete castigos severos para autores dos protestos dos combustíveis
Direitos de autor
Nazanin Tabatabaee/WANA (West Asia News Agency) via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça vai ser dura para os principais responsáveis pelos protestos contra o aumento do preço dos combustíveis no Irão. O líder do sistema judicial iraniano Ebrahim Raisi afirmou que o exército e a guarda revolucionária ajudaram a polícia a debelar os violentos protestos, que segundo as autoridades foram instigadas pela Arábia Saudita, os Estados Unidos e também Israel.

Ebrahim Raisi declarou que aqueles que instigaram tumultos, atacaram bens públicos e pilharam propriedade privadas, bem como os seus líderes, têm que saber que uma severo castigos os espera"

Os protestos começaram em vários locais a 15 de novembro depois do governo ter anunciado aumentos de 50 % no preço dos combustíveis e ter colocado racionamentos em mais de 100 cidades e vilas. Os manifestantes contestaram e exigiram as demissões dos altos dirigentes do país.

Na repressão das autoridades, segundo a amnistia internacional, morreram pelo menos 100 pessoas e inúmeras foram detidas

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.