Última hora

Charles Michel, novo construtor de consensos no Conselho Europeu

Charles Michel, novo construtor de consensos no Conselho Europeu
Tamanho do texto Aa Aa

Até há poucos dias primeiro-ministro belga, o liberal Charles Michel começa uma carreira mais internacional, mas também a partir de Bruxelas, capital do seu país. É o novo presidente do Conselho Europeu.

"Estou consciente desta enorme responsabilidade e, é claro, farei o meu melhor para cumprir esta tarefa", disse quando foi escolhido pelos pares, em julho.

A tarefa é presidir às cimeiras com os chefes de Estado e de governo dos países da União Europeia, bem como participar em reuniões com líderes de países terceiros.

REUTERS/Yves Herman

O perfil deve ser o de um construtor de consensos, a que Charles Michel está habituado, sendo nacional de um país bilingue e politicamente muito dividido.

O novo presidente do Conselho Europeu entrou cedo na política, aos 18 anos, que foi aprendendo como o pai, Louis Michel, que além de ocupar cargos nacionais foi comissário europeu.

A chefia do governo belga chegou para Charles Michel em 2014, sendo o mais jovem no cargo nos quase 200 anos de história do reino e tendo a migração sido um dos temas mais delicados de gerir.

Agora, exatamente dez anos após o também belga Herman Van Rompuy ter assumido este cargo, cabe a Charles Michel ser o chefe da nem sempre afinada orquestra de líderes comunitários.

"A Europa está a enfrentar desafios e, na minha opinião, esses desafios são também oportunidades", disse, quando foi nomeado.

A primeira cimeira da União Europeia a que presidirá vai decorrer a 12 e 13 de dezembro, em Bruxelas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.