Última hora

Rússia enfrenta nova exclusão olímpica

Rússia enfrenta nova exclusão olímpica
Tamanho do texto Aa Aa

A decisão sobre a eventual exclusão da Rússia dos próximos jogos olímpicos está para muito breve e vai ser anunciada depois da próxima reunião do comité executivo da Agência Mundial Antidopagem (WADA), no dia 9 de dezembro. O Comité Olímpico Internacional (COI) está, nas palavras de um porta-voz,"extremamente indignado" com os russos, depois do novo episódio, o dos resultados de testes incompletos e manipulados enviados à agência.

"O tema foi discutido, foi uma longa discussão. Viram a nossa declaração da semana passada. Reafirmamos o que está nessa declaração. Vai haver uma reunião do comité executivo da WADA muito em breve. Vamos esperar pelos resultados antes de fazer novas declarações", disse Mark Adams, porta-voz do COI.

A Rússia enfrenta uma nova exclusão depois de ter sofrido, em 2015, uma exclusão de quatro anos das competições olímpicas, como consequência da revelação de um esquema de dopagem generalizado e alegadamente promovido pelo próprio Estado. Apenas uma atleta russa competiu nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016 e vários atletas russos participaram nos Jogos de Inverno em Peyongchang, em 2018, como independentes, sob a bandeira olímpica.

Em Tóquio 2020, a solução a adotar para os atletas que provem estar limpos de dopagem deverá ser a mesma.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.