Última hora

COP25 tem chefes de Estado, mas Greta é a estrela

COP25 tem chefes de Estado, mas Greta é a estrela
Tamanho do texto Aa Aa

Na COP25, em Madrid, estão presentes chefes de Estado e governo, representantes de 196 países e organizações. Mas todos os holofotes estão virados para uma jovem de 16 anos, a sueca Greta Thunberg, iniciadora do movimento das sextas-feiras pelo futuro. Chegada a Madrid, esteve no local da conferência e participou depois num painel promovido pela organização que lançou, à margem da COP25.

"Penso que já alcançámos muito. Atraímos a atenção do público e criámos uma opinião. Foi um passo importante na direção certa, mas não é, de todo, suficiente", disse a jovem.

Tal como aconteceu à chegada a Madrid, de comboio, também a chegada de Greta Thunberg à marcha pelo clima, que juntou milhares de pessoas na capital espanhola esta sexta-feira foi feita debaixo da atenção dos media e dos admiradores. Acabaria por deixar a manifestação por motivos de segurança, a pedido da polícia.

Momento em que Greta Thunberg abandona a manifestação a pedido da polícia, por não conseguir avançar, rodeada por jornalistas e manifestantes.

A adolescente cruzou duas vezes o Atlântico, em ambos os sentidos, a bordo de veleiros e chegou a Lisboa na terça-feira, depois de uma viagem por mar que durou 21 dias. Desde que iniciou o movimento das greves pelo clima, a jovem tem atraído muita atenção mediática e um grande número quer de admiradores como de detratores.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.