Última hora
This content is not available in your region

Presidente russo reage a afastamento da Rússia do desporto mundial

euronews_icons_loading
Presidente russo reage a afastamento da Rússia do desporto mundial
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente russo, Vladimir Putin, reagiu à suspensão da Rússia de provas desportivas internacionais durante um período de quatro anos.

Na segunda-feira, a agência mundial antidopagem anunciou o resultado de investigações relacionadas com a manipulação de testes de doping em laboratório para esconder eventuais casos positivos.

Falando em Paris após uma cimeira com a Ucrânia, Putin afirmou que a imposição de um castigo colectivo se baseia em "interesses políticos" e não na necessidade de promover o desporto sem dopagem.

"O castigo não pode ser coletivo e aplicar-se a pessoas que não têm nada a ver com certas violações. Todos compreendem isso incluindo os peritos da AMA. Parece-me que estas decisões não se baseiam em critérios desportivos mas sim em interesses políticos", disse o presidente russo.

Parece-me que estas decisões não se baseiam em critérios desportivos mas sim em interesses políticos
Vladimir Putin
Presidente, Rússia

O comité independente de investigação da Agência Mundial Antidopagem identificou centenas de casos de interferência e eliminação de dados relacionados com atletas russos.

O presidente do Comité Olímpico Internacional, Thomas Bach, expressou apoio pela decisão da agêncial mundial antidopagem e anunciou o programa mais extensivo de testes de dopagem jamais realizado para os Jogos Olímpicos de Tóquio do próximo ano.