Última hora
This content is not available in your region

Pobreza: Desigualdades aumentam na Alemanha

euronews_icons_loading
Pobreza: Desigualdades aumentam na Alemanha
Tamanho do texto Aa Aa

Agravou-se o fosso entre as regiões mais pobres e as regiões mais ricas da Alemanha.

De acordo com um relatório da Associação Paritária de Assistência Social, no geral, a pobreza na Alemanha recuou. Em 2018, 15,5% da população foi afetada pela pobreza, uma queda de 0,3 pontos percentuais em relação ao ano anterior.

No entanto, aprofundaram-se as disparidades no país. Quase 30 anos após a reunificação, o documento mostra que a divisão não é apenas entre Estados orientais e ocidentais.

A taxa de pobreza varia entre os 11,7% na próspera Baviera e os 22,7% em Bremen, o menor estado da Alemanha.

A região do Ruhr, no estado mais populoso do país da Renânia do Norte-Vestefália, foi apontada como sendo a mais problemática. Com quase seis milhões de habitantes, a taxa de pobreza atingiu, em 2018, os 21,1%, sendo os jovens e os idosos os mais vulneráveis.

O documento insta o Governo federal a aplicar um plano para a erradicação da pobreza no país.