Última hora
This content is not available in your region

Malásia devolve lixo a países desenvolvidos

euronews_icons_loading
Malásia devolve lixo a países desenvolvidos
Direitos de autor  AP   -   Vincent Thian
Tamanho do texto Aa Aa

A Malásia devolveu 150 contentores ilegais de lixo aos países de origem, incluindo Portugal. A ministra do Ambiente garantiu que as autoridades malaias vão tomar as medidas necessárias para que o país não se torne um "aterro sanitário" dos países desenvolvidos.

Os países exportadores de resíduos e as companhias de navegação suportaram o custo da devolução dos contentores.

Muitas empresas de reciclagem chinesas mudaram-se para a Malásia, depois de a China ter fechado as portas à maioria dos tipos de resíduos de plástico.

A Malásia devolveu 43 contentores à França, 42 ao Reino Unido e 17 aos Estados Unidos. Os restantes contentores foram enviados de volta para outros países desenvolvidos, como Portugal.

Os países da região estão a ser bombardeados com a chegada maciça de contentores desde que a China decidiu, em 2018, parar de importar resíduos plásticos para a sua indústria de reciclagem.

A Malásia pretende ainda devolver outros 110 contentores em breve, incluindo 60 para os Estados Unidos.

A União Europeia triplicou as exportações legais de resíduos entre 2001 e 2016.