Última hora
This content is not available in your region

Mundo atravessa momento perigoso, diz António Guterres

euronews_icons_loading
Mundo atravessa momento perigoso, diz António Guterres
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

À medida que o balanço de vítimas do coronavírus na China se aproxima dos dois milhares, o secretário-geral da ONU afirma que a situação não está fora de controlo.

António Guterres contudo admitiu que o mundo atravessa um momento perigoso.

"Não penso que a situação esteja fora de controlo. Penso que é um enorme problema, um enorme problema que requer da China uma resposta à altura. Espero que seja possível conter este problema na China e depois reduzir. Mas trata-se de uma situação muito perigosa e os riscos são enormes e em todo o mundo precisamos de estar preparados para isso", afirmou o secretário-geral da ONU, António Guterres.

Entretanto, na quarta-feira termina a quarentena de muitos passageiros que se encontram a bordo do paquete Diamond Princess. O processo deverá levar dois dias a completar.

Entre os passageiros reina algum otimiso cauteloso.

"Estamos vivos e de saúde. Os rumores que pululam aí no Twitter, não que utilizemos o Twitter, mas as pessoas estão a falar disso no canal do Youtube. Alguém está a dizer que estamos muito mal e é por isso que não estamos ligados, asneira total!", afirmou um dos passageiros, o britânico David Abel.

Entretanto, as autoridades chinesas continuam a desenvolver novos tratamentos. O presidente chinês falou com os líderes britânico e francês a fim de agradecer o apoio recebido e reafirmar os esforços do país na contenção do surto infecioso.

A Alemanha anunciou igualmente o envio de mais equipamentos médicos para combater a propagação do vírus.