Última hora
This content is not available in your region

Brasil fecha fronteiras com oito países

euronews_icons_loading
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro   -   Direitos de autor  Andre Borges/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O Brasil encerrou as fronteiras a pessoas de um conjunto de oito países vizinhos - Os cidadãos da Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa. Guiana, Paraguai, Peru e Suriname deixam de poder entrar no país, à semelhança do que já acontecia com os venezuelanos.

É uma medida para evitar a propagação do novo coronavírus. Depois de muito criticado por menosprezar a ameaça, o presidente Jair Bolsonaro assumiu um tom mais severo: "O momento agora é de união de todos e de reflexão. A verdade está aí. É uma questão grave mas não podemos entrar no campo da histeria", disse Bolsonaro.

O Brasil é o país mais afetado de toda a América Latina, com mais de 600 casos, segundo os governos estaduais (o balanço das autoridades federais é mais baixo) e sete mortes confirmadas, todas nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Quarta à noite, os opositores de Bolsonaro fizeram um protesto em forma de "panelaço" às janelas: "Ele não entendeu a gravidade do problema. Quando usa piadas diante de uma situação tão séria, prova que não pode governar", diz Úrsula, uma jovem manifestante.

As críticas acentuaram-se desde domingo, quando milhares de apoiantes de Bolsonaro se juntaram em Brasília, numa clara quebra das regras de segurança para evitar o contágio.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.