Última hora
This content is not available in your region

Bolsonaro visita mercados e contradiz Ministério da Saúde

euronews_icons_loading
Virus Outbreak Brazil Bolsonaro
Virus Outbreak Brazil Bolsonaro   -   Direitos de autor  Andre Borges/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Jair Bolsonaro voltou aos banhos de multidão. O presidente brasileiro visitou dois mercados do Distrito Federal. Nos dois vídeos que publicou no Twitter, defende a redução, ao mínimo, das medidas de contenção relativamente ao novo coronavírus. Disse que só as pessoas mais velhas devem ficar em casa e que o isolamento total só pode fazer mal à economia. Em ambas as situações, está cercado de populares e jornalistas. O Twitter apagou ambos os vídeos, por irem contra as normas da comunidade, no que toca à prevenção da COVID-19.

Bolsonaro voltou à carga, mais tarde, ao publicar um vídeo de uma jornalista com declarações no mesmo sentido.

À semelhança de Donald Trump, nos Estados Unidos, o chefe de Estado brasileiro defende a abertura do comércio. Pede ainda que as igrejas se mantenham abertas e a celebrar cultos, em contradição com vários governadores.

A atitude do presidente contradiz também as recomendações do ministério da Saúde, mesmo se o ministro Luiz Henrique Mandetta já suavizou o tom, nomeadamente defendendo também a abertura das igrejas. Segundo o site UOL, Bolsonaro terá novamente evocado uma demissão de Mandetta e até já pensou num sucessor.