EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Procuradoria antiterrorista investiga ataque com arma branca

Procuradoria antiterrorista investiga ataque com arma branca
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Refugiado sudanês matou duas pessoas e feriu outras cinco

PUBLICIDADE

A procuradoria antiterrorista francesa assumiu a investigação do ataque com arma branca que resultou em dois mortos e cinco feridos este sábado, na localidade de Romans-sur-Isère, em pleno confinamento devido à pandemia de coronavírus.

O ministro do Interior, Christophe Castaner, evocou, durante a visita ao local do crime, o "percurso terrorista" do atacante, identificado como um refugiado sudanês já conhecido das autoridades.

O homem terá usado uma faca contra o proprietário de uma tabacaria, antes de seguir caminho para um talho adjacente.

Ludovic Breyton, proprietário do talho: "A minha mulher telefonou-me em lágrimas para me dizer que alguém tinha entrado no local, pegado numa faca e apunhalado um cliente na loja."

O atacante pôs-se depois em fuga e agrediu aleatoriamente várias pessoas, antes de detido, sem oferecer resistência.

Dois dos feridos estão em estado crítico. O presidente Emmanuel Macron lamentou o que classificou de "um ato hediondo".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Macron pede que antissemitismo seja discutido nas escolas após violação de uma jovem judia

Líder da extrema-direita opõe-se ao envio de tropas francesas para a Ucrânia

França aperta medidas de segurança antes da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos