Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Os números e as notícias de quinta-feira, 23 de abril

Virus Outbreak New York
Virus Outbreak New York   -   Direitos de autor  Frank Franklin II/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

A pandemia de Covid-19 está associada à morte de 180 mil pessoas e já infetou cerca de 2,6 milhões de pessoas em todo o mundo.

O SARS-CoV-2 surgiu na China, alegadamente em dezembro. Terá chegado à Europa via França, a 20 janeiro, no mesmo dia em que se admite ter sido registado o primeiro caso nos EUA. A pandemia entrou em África, pelo Egito, a 15 de fevereiro, e dez dias depois chegou à América do Sul, pelo Brasil.

21h20 (CET) Morreram nas últimas 24 horas 1,209 pessoas nos EUA

O número de mortos nos EUA é agora de 48.868 depois de no último dia terem morrido mais 1.209 pessoas. O número total de infetados é de 866.148. Desde quarta-feira surgiram 17,431 novos casos de infeção. O Estado mais afetado é o de Nova Iorque, com 268,512 casos de infeção, ou seja, 31% dos casos de todos o país foram detetados no Estado de Nova Iorque, morreram 20,792, 438 nas últimas 24 horas.

20h40 (CET) Um milhão de infetados em Nova Iorque, estimam as autoridades dos EUA

As autoridades sanitárias dos EUA dizem que estão a surgir provas de que o número de nova-iorquinos contaminados é muito superior ao inicialmente estimado, podendo ser de cerca de um milhão.

Um estudo feito junto de cerca de 3.000 pessoas do Estado de Nova Iorque constatou que 13,9% revelavam anticorpos sugerindo terem sido expostos ao novo coronavírus, disse o governador Andrew Cuomo.

Na cidade de Nova Iorque, 21% das pessoas testadas tinham anticorpos.

Perante estes dados, as autoridades sanitárias de Nova Iorque estimam que até cerca de um milhão de pessoas na cidade, numa população de cerca de 10 milhões, poderão ter sido expostas ao novo coronavírus, depois de mais de 140.000 terem testado positivamente.

Cuomo reconhece que a amostra de pessoas testada é pequena e que muitas foram recrutadas em centros comerciais e mercearias, o que significa que eram suficientemente saudáveis para sair à rua.

20h26 (CET) Morreram mais 516 pessoas em França

França registou 516 mortos nas últimas 24 horas em meio hospitalar e nos lares, perfazendo assim um total de 21.856 mortos desde o início da pandemia, anunciou hoje fonte oficial.

Os números do avanço do vírus em França foram divulgados hoje através de comunicado da Direção Geral da Saúde.

Desde 01 de março, em meio hospitalar morreram 13.547 pessoas e nos lares foram registados 8.309 óbitos no mesmo período.

Em França há 29.219 pessoas hospitalizadas devido à covid-19 e 5.053 destes pacientes estão nos cuidados intensivos.

19h35 (CET) Estados-Membros encarregam Comissão de apresentar fundo de recuperação até 6 de maio

O primeiro-ministro português destacou que houve unanimidade dos 27 para que o fundo de recuperação económica da União Europeia (UE) seja financiado por dívida europeia, mas divergência quanto à forma de o distribuir pelos Estados-membros .

“Gostaria de sublinhar que relativamente à criação do fundo de recuperação houve unanimidade e houve também acordo unânime de que esse fundo de recuperação deve ser financiado através de emissão divida por parte da Comissão Europeia, nenhum país tendo posto em causa este objetivo”, disse António Costa aos jornalistas após o Conselho Europeu.

Os líderes dos 27 divergiram contudo quanto à “grande questão”, a de saber como esse financiamento vai ser distribuído pelos Estados-membros, adiantou o primeiro-ministro.

“Aí, uma grande maioria defende que o fundo de recuperação deve financiar através de subvenções. Alguns Estados-membros admitiram que pudesse haver uma combinação justa entre financiamento com base em subvenções e com base em empréstimos. E uma pequena minoria defendeu que o apoio se devia cingir à modalidade de empréstimos”, disse.

Os líderes europeus concordaram ainda que o fundo de recuperação, destinado a ajudar os países a fazer face à quebra económica provocada pela pandemia associada à covid-19, “deve ter um horizonte de dois ou três anos” e “ter uma capacidade suficiente forte para responder à quebra muito acentuada que se prevê para os PIB do conjunto da UE”.

19h30 (CET) Aprovado em Portugal decreto-lei de apoio temporário aos bombeiros

O Conselho de Ministros aprovou esta tarde um decreto-lei destinado às associações humanitárias de bombeiros, que antecipa o pagamento de duodécimos do financiamento nesta fase de pandemia de covid-19.

Segundo o comunicado emitido pelo Conselho de Ministros, "o diploma visa apoiar as associações humanitárias de bombeiros através da possibilidade de antecipação de duodécimos do financiamento permanente que lhes é devido e da disponibilização de uma linha de financiamento específica, tendo em vista o pagamento de salários”.

19h19 (CET) Câmara Municipal de Setúbal, Portugal, vai oferecer máscaras à população

A presidente da CM de Setúbal, Maria das Dores Meira, anunciou que a câmara vai adquirir 80 mil máscaras reutilizáveis de proteção para oferecer à população já no final do mês de abril. A iniciativa vai custar aos bolsos da câmara cerca de 100 mil euros, mais de um euro por máscara.

Segundo a autarca, a decisão surge depois da recomendação da Direção-Geral da Saúde do “uso generalizado de máscara em espaços coletivos fechados, como supermercados e transportes públicos”.

Cada pessoa irá receber um kit com três máscaras reutilizáveis, que será entregue ou pelo correio ou poderá ser levantado no terminal rodoviário e na estação de comboios da cidade.

19h00 (CET) Equipa médica cubana que está em Cabo Verde custa meio milhão de euros

Durante esta madrugada chegaram à cidade da Praia 33 especialistas vindos de Cuba para ajudar Cabo Verde no combate contra o novo coronavírus.

A equipa será distribuída "por todas as ilhas do país", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades de Cabo Verde Luís Filipe Tavares, numa conferência de imprensa. A projeto de cooperação envolve também o Luxemburgo.

“Este exemplo de cooperação triangular é, para Cabo Verde, muito importante. Em tempo recorde, cerca de 10 dias, montámos um projeto de um pouco mais de meio milhão de euros, financiados pelo Luxemburgo, Cuba e Cabo Verde”, afirmou o ministro.

18h45 (CET) Fome em África: Pandemia pode vir a ser responsável de afetar 130 milhões

O Programa Alimentar Mundial da ONU admite que a pandemia de covid-19 poderá colocar mais 130 milhões de pessoas em situação de fome em África. No total, África poderá passar a ter 265 milhões de pessoas a sofrer de fome.

“Se juntarmos estes 130 milhões aos 135 milhões existentes soma 265 milhões com fome aguda em 2020, o que é um número muito grande para tratar”, admitiu Arif Husain, durante um seminário por videoconferência promovido pelo Instituto Real de Relações Internacionais Chatham House, em Londres.

18h31 (CET) Christine Lagarde avisa líderes da UE para possível recuo de 15% na economia

A líder do BCE avisou os líderes europeus de que a economia da zona euro pode recuar 15% com a atual crise e que se arriscam a "fazer muito pouco e demasiado tarde", segundo fontes próximas das conversações.

As declarações de Christine Lagarde, citadas pelas agências Bloomberg e AFP, foram feitas na cimeira dos líderes dos 27 países da União Europeia, que está a decorrer por videoconferência, e se destina a debater a resposta à crise causada pela pandemia de covid-19.

"Ela (Lagarde) advertiu que há um risco de se agir muito pouco e demasiado tarde", segundo fonte referida pela AFP.

A agência financeira Bloomberg refere, por sua vez, que uma das suas fontes, que falou sob anonimato, indicou que o recuo de 15% é um cenário extremo, uma vez que a previsão base é de uma contração de 9% este ano.

Os líderes da União Europeia iniciaram hoje à tarde, pouco depois das 14:00 em Lisboa, uma cimeira por videoconferência consagrada ao plano de recuperação para superar a crise provocada pela covid-19, mas assumidamente sem expectativas de acordar desde já os detalhes e o montante do mesmo.

18h06 (CET) Itália com mais 464 mortos nas últimas 24 horas

Segundo os dados fornecidos pelo Ministério da Saúde de Itália, há minutos, morreram mais 464 pessoas em Itália desde esta quarta-feira. O total de mortos no país é agora de 25.549 pessoas.

Desde o início da pandemia, Itália já registou um total de 189.973 pessoas infetadas. Nas últimas 24 horas, foram registados 2.649 novos casos, um número mais baixo comparado com os últimos três dias.

18h00 (CET) União Europeia admite reforçar união com "novo" governo de Israel para combater pandemia

A União Europeia anunciou que irá reforçar a cooperação técnica com o novo governo de Israel para combater a atual pandemia, frisando que a saúde dos cidadãos e as consequências económicas da doença covid-19 são uma prioridade comum.

“A União Europeia (UE) tomou nota do acordo político que poderá abrir o caminho para a formação de um governo em Israel. A UE quer cooperar estreitamente com o novo governo na luta contra o novo coronavírus", afirmou o Alto Representante da UE para a Política Externa, Josep Borrell, numa declaração em nome do bloco comunitário.

O chefe da diplomacia europeia referiu que a cooperação técnica entre o Estado israelita e o bloco comunitário já decorre e que “será reforçada, sobretudo em aspetos relacionados com a pandemia”.

“A saúde dos nossos cidadãos e enfrentar as consequências económicas do coronavírus são as nossas principais prioridades comuns", sublinhou o representante europeu.

17h55 (CET) Mais seis casos positivos em Moçambique

O número de casos registados oficialmente de infeção pelo novo coronavírus em Moçambique subiu de 41 para 46, anunciou o Ministério da Saúde.

Ler artigo aqui

17h47 (CET) Já morreram 18.738 no Reino Unido devido ao novo coronavírus

O número de mortos devido à pandemia da covid-19 no Reino Unido subiu para 18.738 depois de nas últimas 24 horas terem morrido mais 616 pessoas infetadas. Os dados são do Ministério da Saúde britânico.

O número total de casos de contágio no país é de 138.078, mais 4.583 do que no dia anterior. Na quarta-feira, tinham sido registadas 749 mortes e 4.451 novos casos de pessoas infetadas pelo novo coronavírus.

17h40 (CET) Parlamento Europeu pede aos líderes europeus que usem "todos os instrumentos possíveis"

O presidente do Parlamento Europeu (PE), David Sassoli, pediu hoje aos líderes da União Europeia (UE) que recorram a “todos os instrumentos possíveis” para combater a crise gerada pela covid-19 e garantir a recuperação das economias pós-pandemia.

Depois de ter participado no arranque da cimeira por videoconferência consagrada ao plano de recuperação pós-pandemia, David Sassoli afirmou em conferência de imprensa, realizada também por vídeo a partir de Bruxelas, que manifestou na ocasião “as profundas preocupações do PE”.

“Num passado recente, foi possível assistir aos efeitos devastadores da crise nas economias e na vida dos cidadãos em toda a Europa e é por isso que estamos extremamente preocupados, porque podemos voltar a entrar nessa espiral”, referiu o presidente do PE aos jornalistas.

17h30 (CET) Companhia aérea TAAG prevê dispensar alguns funcionários devido à pandemia

Dezenas de colaboradores reformados da transportadora aérea angolana TAAG com contratos de continuidade deverão ver "terminado o vínculo contratual na generalidade", devido ao impacto da covid-19, segundo um documento interno citado pela agência noticiosa angolana, Angop.

Ler artigo aqui

17h18 (CET) Conselho Europeu está reunido por videoconferência

O primeiro-ministro português António Costa continua reunido com os restantes chefes de governo dos estados-membros da União Europeia, onde se discute a proposta de ajuda da UE para fazer face à pandemia de covid-19. Esta reunião de líderes europeus acontece pela quarta vez.

17h01 (CET) Governo aprova redução da taxa do IVA das máscaras e do gel desinfetante

O diploma que prevê a redução do IVA das máscaras e do gel desinfetante de 23% para 6% foi esta tarde aprovado pelo Conselho de Ministros.

A proposta tinha sido feita por Rui Rio, líder do PSD e “estende aos operadores nacionais e comunitários a isenção de IVA no fornecimento aos hospitais e organizações com fins caritativos de diversos equipamentos de saúde, incluindo equipamentos de proteção individual”, refere o comunicado publicado pelo Conselho de Ministros.

15h30 (CET) 70 milhões de euros adiantados da UEFA para os clubes do Euro2020

A UEFA decidiu pagar de adiantado 70 milhões de euros a 676 clubes das 55 federações europeias, relativos à contribuição para o processo de qualificação para o Euro2020.

A decisão do Comité Executivo do organismo regulador do futebol europeu, pretende apoiar os clubes, "à luz da atual crise", devido à pandemia de covid-19, que tem trazido "dificuldades financeiras para muitos clubes na Europa".

Ao todo, há 676 clubes que vão beneficiar deste valor, com 50 milhões de euros a serem atribuídos pela cedência de jogadores às seleções dos 39 países que disputaram a qualificação, mas não estarão envolvidas nos ‘play-offs' de acesso à fase final do Euro2020, adiado para 2021.

15h00 (CET) Portugal fez 300 mil testes desde 1 de março

Durante a conferência de imprensa desta quinta-feira da DGS, António Lacerda Sales admitiu que já foram realizados 302 mil testes de diagnóstico.

"Portugal ultrapassou a barreira dos 300 mil testes realizados. Desde o dia 01 de março foram realizados cerca de 302 mil testes diagnóstico covid-19 no nosso país. Estamos a falar de uma testagem de 27.925 pessoas por milhão de habitantes, o que à data de hoje é superior a países como a Noruega, a Suíça, a Itália e a Alemanha", disse o secretário-geral da Saúde.

13h45 (CET) Número de mortes em Portugal sobe para 820 , recuperados são agora 1201

Segundo o Boletim Epidemiológico desta quinta-feira, anunciado há minutos pela Direção-Geral da Saúde, morreram mais pessoas 35 em Portugal, subindo assim para 820 o número total de mortos ligado à covid-19. O número de doentes recuperados subiu para 1201, número superior ao número de vítimas mortais pelo terceiro dia consecutivo.

Nas últimas 24 horas surgiram 371 novos casos em Portugal, um aumento de 1,6%, há, portanto 22.353 casos de infeção pelo novo coronavírus em todo o território português. Há ainda 4.048 pessoas a aguardar resultados do teste de diagnóstico.

Conferência de imprensa da DGS:

Conferência de imprensa COVID-19

Conferência de imprensa COVID-19 | Acompanhe em direto #DGS #Saúde #SNS

Publiée par Direção-Geral da Saúde sur Jeudi 23 avril 2020

13h55 (CET) Mais nove casos em Cabo verde, elevando para 82 o número de infetados

O ministério da Saúde do país anunciou esta quinta-feira que foram registados mais nove casos positivos para covid-19 no concelho da Praia, sete dos quais estiveram em contacto com casos positivos detetados há mais dias. Segundo o comunicado emitido pelo gabinete da Saúde, todos os infetados estão "estáveis e em isolamento".

O primeiro caso de covid-19 que foi detetado na ilha foi um homem inglês de 62 anos, turista, que acabou por falecer vítima da doença, na ilha da Boa Vista, onde se encontram 52 dos infetados. A Ilha de Santiago tem 29 casos positivos e São Vicente 1.

13h40 (CET) Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública defende continuação do estado de emergência

O presidente da ANSMP, Ricardo Mexia, admite que ainda não está na altura de levantar o estado de emergência porque “o cenário epidemiológico é muito semelhante” àquele que existia na altura da última renovação.

“Se se mantiver esta situação eu acredito que daqui a uma semana, quando for a altura de reavaliar, não vai ser o momento de levantar as restrições na medida em que não tivemos um verdadeiro decréscimo do número de casos”, disse.

11h50 (CET) Ryanair rejeita retomar os voos se for obrigada a deixar lugares vazios

Presidente da Ryanair garantiu que a companhia aérea irlandesa de baixo custo não vai retomar os voos se for obrigada a deixar assentos vazios sem retorno para garantir as distâncias de segurança entre os passageiros.

Em entrevista ao Financial Times, Michael O'Leary disse já ter avisado o Governo da Irlanda de que ou o Estado assume o custo desse lugar vazio ou a companhia não regressa ao ativo.

11h40 (CET) Jogos Olímpicos Tóquio2020 não podem voltar a ser adiados

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para 2021 devido à pandemia de Covid-19, não podem voltar a ser adiados, assim como os Jogos Paralímpicos, alertou hoje o presidente do comité organizador.

11h30 (CET) Alemanha aprova novo pacote de ajuda à economia

O Governo de Angela Merkel conseguiu aprovar mais um pacote de ajuda à sobrevivência da maior economia da União Europeia. O novo impulso está avaliado em quase 11 mil milhões de euros e destina-se a cortes fiscais para empresas e mais benefícios laborais para os trabalhadores. As famílias também vão receber apoios para adquirirem, por exemplo, material informático.

Os trabalhadores em "lay-off" ou despedidos devido à pandemia na Alemanha vão passar a receber entre 70 a 77% do salário líquido ao quarto mês de paragem, o que representa mais 10% do que nos primeiros três meses da dispensa. A partir do quarto mês de paragem, passam a receber 80 a 87%.

11h00 (CET) Espanha soma quase 90 mil recuperados da Covid-19

O ministério da Saúde de Espanha atualizou hoje com mais 440 mortos o balanço de vítimas mortais associadas à pandemia, elevando o total de óbitos para 22.157. Por outro lado, as autoridades registam agora 89.250 pessoas que venceram a infeção e estão recuperadas.

Em relação aos novos casos de infeção, Espanha somou mais 4.635 desde a atualização anterior para uma cifra global de 213.024 infeções desde que a epidemia entrou no país, das quais 101.617 são ainda casos ativos em tratamento.

Ministério da Saúde de Espanha
Atualização às 21 horas de 22 de abril de 2020Ministério da Saúde de EspanhaMarques, Francisco

10:50 (CET) Cada vez mais gente a pedir refeições solidárias no Porto

A opção pelo 'lay-off' ou pela suspensão dos contratos laborais pelas empresas no contexto da covid-19 teve uma repercussão direta no aumento das filas para as refeições solidárias no Porto, que em alguns casos triplicou a procura.

Diariamente, ao final da manhã e ao início da noite, em alguns pontos da cidade, são comuns filas de sem-abrigo em busca de uma refeição solidária, um problema que adquiriu contornos maiores com a chegada do novo coronavírus, obrigando a redimensionar toda a estrutura.

10h45 (CET) Filipinas registam mais 271 novas infeções de Covid-19

O ministro da Saúde das Filipinas anunciou hoje mais 16 mortes associadas à pandemia e 271 novos casos de infeção no arquipélago. O número total de mortes associadas à Covid-19 nas Filipnas é agora 462 e as infeções agravaram-se para 6.981. Püor outro lado, houve mais 29 pessoas a recuperar da doença e a aumentar o total de "altas" para as 722.

10h30 (CET) China vai doar mais 28 milhões euros à OMS

A China decidiu doar mais 30 milhões de dólares extra (cerca de 28 milhões de euros) à Organização Mundial de Saúde (OMS) para apoiar a luta global contra a pandemia, sobretudo para reforçar os serviços de saúde de países em desenvolvimento depois de Donald Trump ter anunciado a retirada do financiamento dos EUA àquele organismo da ONU.

No global, a participação financeira de Pequim na OMS desde o passado dia 11 de março passará a ascender aos 50 milhões de dólares (46 milhões de euros), revelou a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China.

09h50 (CET) FMI dá ajuda para o combate à pandemia em Cabo Verde

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou uma entrega de 32 milhões de dólares para ajudar Cabo Verde a combater a pandemia da covid-19, anunciou hoje a instituição, salientando que o arquipélago precisa de mais ajuda dos parceiros.

"As autoridades tomaram medidas de mitigação nas áreas orçamentais, monetárias e sociais, mas um aumento do apoio dos parceiros para o desenvolvimento de Cabo Verde é necessário para fortalecer os programas sociais e de saúde, ao mesmo tempo que se preserva a sustentabilidade da dívida", diz o FMI.

09h30 (CET) Brasil vai repatriar cidadãos retidos em Angola

O Governo brasileiro fretou um voo da Ethiopian Airlines para repatriar, na sexta-feira, cidadãos que se encontravam temporariamente em Angola e ficaram retidos no país após o encerramento de fronteiras devido à pandemia de covid-19.

Numa mensagem divulgada no Facebook, o embaixador do Brasil em Angola, Paulino Neto, anuncia que o governo brasileiro, em articulação com as suas representações diplomáticas em Luanda, Maputo (Moçambique) e Windhoek (Namíbia), conseguiu “viabilizar a realização de voo fretado” para repatriar turistas e visitantes temporários retidos nestes países devido à suspensão de voos internacionais.

VOO DE REPATRIAÇÃO DE BRASILEIROS EM ANGOLA - MENSAGEM DO EMBAIXADOR DO BRASIL EM LUANDA

Publiée par Embaixada do Brasil em Luanda sur Mercredi 22 avril 2020

09:25 (CET) Alemanha já tem mais de 100 mil pessoas recuperadas da Covid-19

A Alemanha tem hoje aproximadamente 103.300 pessoas consideradas curadas da Covid-19, um aumento de 3.800 em relação à véspera, e um total 148.046 casos de infeção, um valor que subiu 2.352 em 24 horas.

Segundo os números avançados pelo Instituto Robert Koch, as vítimas mortais superaram a barreira das 5 mil. Houve um aumento de 215 para 5.094 óbitos.

A Baviera, maior estado federado da Alemanha e o mais afetado, tem agora quase 40 mil casos (39.395) e 1.476 vítimas mortais.

Instituto Robert Koch
Atualização às 00h00 desta quinta-feira, 23 de abril de 2020Instituto Robert KochMarques, Francisco

09h20 (CET) Sinistralidade rodoviária em Portugal cai 70% no Estado de Emergência

A sinistralidade rodoviária caiu mais de 70% nos primeiros 30 dias do estado de emergência, com menos 7.719 acidentes, uma tendência que se repetiu no número de feridos e vítimas mortais nas estradas portuguesas.

Em comunicado, o Ministério da Administração Interna (MAI) sublinha a queda acentuada do número de acidentes nas estradas entre os dias 19 de março e 17 de abril, por comparação com os períodos homólogos dos últimos quatro anos, passando de 10.918 para 3.199 acidentes registados.

Segundo o MAI, no primeiro caso, os nove mortos registados no período em análise representam uma diminuição de 72% face ao período homólogo de 2019, no qual tinham sido registadas 32 vítimas mortais.

No que respeita aos feridos graves, os 51 registados nos primeiros 30 dias do estado de emergência decretado a propósito da covid-19 representam uma queda de 62% por comparação com o mesmo período de 2019 (134).

Já os 799 feridos ligeiros registados entre 19 de março e 17 de abril deste ano traduzem uma diminuição de 76% face ao período homólogo de 2019, no qual tinham sido contabilizados 3.362.

08h40 (CET) Presidente de Timor-Leste defende extensão do estado de emergência

O Presidente timorense defende a extensão do estado de emergência em Timor-Leste durante mais 30 dias por considerar que continuam a ser necessárias as medidas que têm ajudado a conter o número de casos no país.

Os argumentos são vincados por Francisco Guterres Lu-Olo na carta do pedido de autorização ao Parlamento Nacional para renovação do estado de emergência, em vigor até 26 de abril, até ao próximo dia 26 de maio, documento ao qual à Lusa teve acesso.

08h (CET) Portugal vai ter regras de acesso às praias

Está a ser elaborado um manual de acesso às praias neste verão. A situação de pandemia deverá impor controlos de acesso `as zonas balneares e uma lotação máxima para banhistas. Coordenadora do programa Bandeira Azul prevê que o manual esteja pronto na primeira semana de maio. A época balnear abre oficialmente a 01 de junho, mas já há muita gente em Portugal a arriscar colocar o pé no mar.

Outras notícias do início do dia:

  • Dia Mundial do Livro e dos Direitos do Autor celebra-se hoje, envolto em restrições devido à Covid-19. As celebrações apostam no digital. “O momento que atravessamos impôs uma realidade que nos afastou das rotinas habituais”, mas ainda assim “este reajustamento ao contexto em que vivemos, permite a celebração”, assinala a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL).
  • Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Países da África Ocidental (CEDEAO) reúnem-se hoje por videoconferência para debater o combate à pandemia da covid-19 na região. “Os chefes de Estado abordarão a situação e o impacto da pandemia de coronavírus (Covid-19) na região da CEDEAO”, anunciou a organização, na sua página oficial nas redes sociais, sobre a cimeira, que será conduzida a partir de Abuja, na Nigéria.
  • Estados Unidos somam mais de 840 mil casos de infeção registados, dos quais cerca de 720 mil ativos. Pelo menos 46.780 pessoas morreram infetadas pelo SARS-CoV-2 e mais de 76.600 recuperaram da Covid-19. Nas 24 horas anteriores à última atualização oficial dos números, morreram mais 1.738 pessoas nos EUA no âmbito da pandemia.
  • Espanha é o segundo país do mundo com mais casos de infeção registados (quase 210 mil), dos quais 100 mil ativos, e é o terceiro com mais mortes (21.717). A Itália apresenta a segunda maior fatia de óbitos associada à pandemia (25.085) e soma 187 mil casos, mais 30 mil que a França, onde o número de fatalidades é também elevado (21.373).
Universidade Johns Hopkins
Atualizado às 05h29 de 23 de abril de 2020Universidade Johns HopkinsMarques, Francisco