Última hora
This content is not available in your region

Enfermeira sueca denuncia falta de proteção dos idosos face à Covid-19

euronews_icons_loading
Enfermeira sueca denuncia falta de proteção dos idosos face à Covid-19
Direitos de autor  YLE
Tamanho do texto Aa Aa

Os idosos suecos começam a pagar o preço pela gestão do impacto da Covid-19 feita à escala nacional. É pelo menos essa a opinião da enfermeira Sonja Aspinen. A trabalhar num hospital no sul do condado de Estocolmo denuncia uma forte incidência da doença na região, em particular nos lares da terceira idade, onde tem prestado apoio.

"Acredito que o pessoal médico provocou muitas infeções, em particular nos lares de idosos. No início eram os familiares. Penso que o vírus veio de fora para os lares e houve falhas na proteção dos idosos", sublinha Sonja.

As autoridades admitiram falhas na proteção dos mais velhos. A taxa de mortalidade provocada pelo novo coronavírus tem sido expressiva nos lares da terceira idade.

"Não houve vontade de nos testar de forma sistemática, pelo menos nos lugares onde trabalhei. Mesmo lá houve pessoas com sintomas, mas não foram testadas", lamenta a enfermeira sueca.

Sonja acredita que a falta de recursos humanos levou a que alguns trabalhadores entrassem ao serviço com pouca preparação e falta de competências linguísticas e ao nível das condições de higiene.

As autoridades supervisoras estão a investigar a situação.