Última hora
This content is not available in your region

Caso francês de Covid-19 em dezembro não surpreende OMS

euronews_icons_loading
Virus Outbreak France
Virus Outbreak France   -   Direitos de autor  Christophe Ena/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou não ser uma surpresa o facto de ter sido detetado um caso de Covid-19 a 27 de dezembro em França quando o primeiro registo oficial no país foi declarado a 24 de janeiro e sublinha que este cenário adiciona informações importantes sobre a transmissibilidade do coronavirus.

"Não é uma surpresa uma vez que os primeiros casos de Covid-19 revelaram sintomas em princípios de dezembro. Por isso é possível que as pessoas infetadas tenham viajado de Wuhan para outros países nessa altura. É também possível que se detetem mais casos na realização de um segundo teste a amostras passadas de pessoas que na altura estavam doentes com pneumonia ou outro motivo", declarou Christian Lindmeier.

Médicos do hospital de Avicenne ficaram surpreendidos pelo facto de terem tratado o homem com Covid já em dezembro.

"Nós realizados as duas técnicas de rastreio à presença do vírus e depois fomos verificar as radiografias ao peito. E verificámos o mesmo tipo de lesões da Covid. Uma condição inflamatória biológica que encontrámos nos doentes com Covid", explica Yves Cohen, Direito da Unidade de cuidados intensivos dos hospitais Jean Verdier e Avicenne.

A OMS apela aos países a realizarem testes em amostras de casos suspeitos no período anterior aos registados depois oficialmente.