Última hora
This content is not available in your region

Moscovo faz testes em massa à população

euronews_icons_loading
Moscovo faz testes em massa à população
Direitos de autor  Kirill Zykov/Moscow News Agency
Tamanho do texto Aa Aa

Os moscovitas vão começar a ser testados em massa aos anticorpos do coronavírus. A administração da capital da Rússia decidiu, a partir desta sexta-feira, fazer testes ao maior número possível de pessoas, sendo os testes gratuitos e voluntários. O objetivo é avaliar o estado de propagação da epidemia, numa altura em que a Rússia é um dos países em que o número de novos casos mais cresce.

Explica a presidente-adjunta da Câmara Municipal de Moscovo, Anastasia Rakova, diz que 70 mil habitantes da cidade receberam e-mails ou mensagens a pedir que participassem nesta experiência. Uma vez a tecnologia testada, o método fica disponível para todos os moscovitas.

Os testes vão ser feitos em trinta clínicas moscovitas e os resultados vão ser decisivos para levantar, ou não, as medidas de confinamento em vigor.

A chefe do laboratório que está a desenvolver os testes, Lyubov Stankevitch, explica como tudo funciona: "Se a amostra muda de cor, isso significa que o paciente tem anticorpos IgG e podemos dizer, com confiança, que a infeção aconteceu há três ou quatro semanas".

A Rússia é já o terceiro país com maior número de casos do novo coronavírus, ultrapassou os 262 mil casos esta sexta-feira, com mais 10.598 casos nas últimas 24 horas. Desde o início do mês que o número diário de casos tem sido superior a dez mil. No entanto, apesar destes valores, o número oficial de mortes por Covid-19 está bastante abaixo do dos outros países. O mais recente número diário é de 93 óbitos, para um total de 2418.