Última hora
This content is not available in your region

Ciclone Amphan faz dezenas de mortos na Índia e Bangladesh

euronews_icons_loading
Ciclone Amphan faz dezenas de mortos na Índia e Bangladesh
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

A passagem do ciclone Amphan pela Índia e Bangladesh matou mais de duas dezenas de pessoas e deixou um rasto de destruição.

De acordo com as autoridades dos dois países, cerca de três milhões de pessoas tiveram de ser retiradas das suas casas e levadas para abrigos.

O Amphan chegou ao leste da Índia com ventos até 190 quilómetros por hora e tem vindo a perder força.

O ciclone atingiu os dois países em plena pandemia causada pelo novo coronavírus. Ambos os países têm impostas medidas de confinamento para evitar a propagação da covid-19.

A população está receosa, como confirma uma indiana: "Estão aqui demasiadas pessoas. É impossível manter a distância umas das outras. Estou muito preocupada. Não pudemos ficar em casa devido a esta tempestade e aqui há uma tensão devido à covid-19. Estou a tentar sobreviver a ambos".

Várias localidades do estado indiano de Bengala Ocidental ficaram sem eletricidade, água potável ou comunicações.

Várias pontes ruíram e muitas estradas estão submersas.

No Bangladesh, o cenário de destruição repete-se.

Apesar do sudeste do país não estar no caminho do ciclone Amphan, as autoridades temem pela segurança de cerca de um milhão de refugiados Rohingya que vivem, maioritariamente, em campos na região.