Última hora
This content is not available in your region

Polícia escava jardim em Hanôver por causa de Madeleine McCann

euronews_icons_loading
Kate e Gerry McCann em 2012
Kate e Gerry McCann em 2012   -   Direitos de autor  Sang Tan/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia alemã encarregue de investigar o desaparecimento da britânica Madeleine McCann anunciou a realização esta terça-feira de buscas num jardim da cidade Seelze, na região de Hanôver, estado da Baixa Saxónia, norte da Alemanha.

A operação está em curso desde manhã, envolve duas escavadoras e cães, noticia a imprensa germânica. Um porta-voz do procurador público de Braunschweigh confirmou que "a medida está relacionada com a investigação sobre Maddie McCann".

A mesma fonte escusou-se a especificar o que está a ser procurado pelas autoridades, desconhecendo-se para já qual a relação do jardim com o agora principal suspeito pelo desaparecimento em Portugal da então menina britânica, em 2007, na Praia da Luz, no Algarve.

Christian B., o suspeito, tem atualmente 43 anos, terá vivido em tempos em Hanôver, capital da Baixa Saxónia, e está detido em Kiel, na Alemanha, a cumprir pena desde 2019 por vários crimes, incluindo tráfico de drogas, abuso sexual infantil e a violação de uma idosa ocorrida em Portugal.

O homem tem outros antecedentes criminais, incluindo falsificação de documentos e roubo.

As autoridades alemãs alegam ter provas concretas do envolvimento do suspeito no caso Maddie e que a menina estará morta, mas admite a falta de provas forenses para fechar a investigação.

O Departamento Federal da polícia criminal alemã oferece inclusive uma recompensa de €10 mil a quem der pistas que ajudem a resolver o mistério do desaparecimento de Maddie McCann.