Última hora
This content is not available in your region

Ataque extremista na Alemanha

euronews_icons_loading
Ataque extremista na Alemanha
Direitos de autor  Paul Zinken/(c) dpa-Zentralbild
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia alemã está a encarar como um ato "motivado pelo islamismo" os vários acidentes provocados por um homem numa das principais autoestradas de Berlim.

As colisões aconteceram esta terça-feira ao final da tarde. Um iraquiano, de 30 anos, embateu contra vários motas e automóveis na A100. Pelo menos seis pessoas ficaram feridas, três das quais em estado grave.

Em seguida o indivíduo saiu da viatura e, de acordo com os meios de comunicação alemães, gritou "Allah Akbar" ("Alá é grande") e que ninguém se aproximasse dele porque detonaria uma bomba.

Num tweet, a polícia de Berlim agradeceu aos condutores a paciência e esperava que todos chegassem a casa em segurança.

O indivíduo acabou por ser detido.

A autoestrada esteve de novo encerrada ao trânsito esta quarta-feira de manhã, durante algumas horas, para que as autoridades pudessem fazer as perícias no local.

Segundo os serviços de segurança, desde 2013, o número de islamistas considerados perigosos na Alemanha aumentou cinco vezes, para 680.