Última hora
This content is not available in your region

Líder da oposição da Bielorrússia exige afastamento de Lukashenko

euronews_icons_loading
Líder da oposição da Bielorrússia exige afastamento de Lukashenko
Direitos de autor  from Euronews video
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos continuaram esta sexta-feira na capital da Bielorrússia, Minsk.

Grupos de manifestantes formaram correntes de solidariedade em várias partes da capital.

A antiga candidata presidencial Sviatlana Tsikhanouskaya falou ao Conselho de Segurança da ONU e, entre outras coisas, exigiu novas eleições.

Tsikhanouskaya exige ainda o fim imediato da violência e ameaças do regime e a libertação imediata de todos os prisioneiros políticos.

"O único obstáculo ao cumprimento destas exigências é o sr. Lukashenko. O homem agarra-se desesperadamente ao poder e recusa-se a ouvir o povo e os seus próprios funcionários... o regime de Lukashenko é moralmente falido e legalmente questionável, simplesmente insustentável aos olhos da nação", afirmou a líder da oposição dirigindo-se aos elementos do Conselho de Segurança da ONU, em Nova Iorque.

Entretanto, o presidente Lukashenko e o governo redobraram os contactos com Moscovo durante sta semana.

O presidente russo, Vladimir Putin, já antes prometera apoio reconhecendo oficialmente os resultados das eleições presidenciais.

Esta sexta-feira seis jornalistas bielorrussos foram libertados depois terem sido detidos na terça-feira enquanto cobriam as manifestações de estudantes.

O tribunal considerou os jornalistas culpados de participarem numa manifestação ilegal.