Última hora
This content is not available in your region

Militares franceses mortos no Mali

euronews_icons_loading
Militares franceses mortos no Mali
Direitos de autor  Baba Ahmed/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Dois militares franceses foram mortos no Mali perla explosão de uma bomba artesanal que rebentou perto do carro onde seguiam. Um terceiro ocupante do veículo ficou gravemente ferido, segundo o comunicado do Eliseu. Os dois militares, um primeiro-cabo e um hussardo paraquedista, faziam parte da força "Bakhrane", a missão militar francesa no Sahel e participavam numa missão em Tessalit, no norte do Mali. A situação nesta região mantém-se tensa desde o golpe de Estado do dia 18 de agosto. Estas mortes elevam para 45 o número total de militares franceses mortos desde que as operações neste país do Sara começaram em 2013.

A junta militar que derrubou o presidente Boubacar Keita começou os encontros com os vários partidos políticos e representantes da sociedade civil, como parte das negociações com vista à entrega do governo do país aos civis. A junta não especificou quanto tempo vai durar este período de transição.

Keita deixou, entretanto, o Mali por razões de saúde e foi hospitalizado nos Emirados Árabes Unidos. O estado de saúde do presidente deposto piorou depois do golpe de Estado.