Última hora
This content is not available in your region

Airbus avisa que haverá despedimentos caso crise no setor não melhore

euronews_icons_loading
Airbus avisa que haverá despedimentos caso crise no setor não melhore
Direitos de autor  Manuel Blondeau/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A Airbus avisa que terá de dispensar trabalhadores caso as empresas aéreas não consigam recuperar da crise provocada pela pandemia.

A notícia é avançada pela agência Reuters, a qual teve acesso a uma carta escrita pelo chefe executivo da Airbus, onde comunica que estão em risco 15 mil postos de emprego, caso o setor não recupere e, de forma a que a Airbus consigo manter-se "à tona de água", num ano onde as viagens foram obrigadas a parar.

Os empregos que podem estar em risco: 5 mil em França, 5100 na Alemanha e até 1600 em Espanha, entre outros países.

No total, podem ser 15 mil os trabalhadores a ter que abandonar a empresa, a somar às 16 mil baixas que já tinham sido anunciadas pela fabricante de aeronaves. Números abaixo daqueles anunciados pela concorrente Boeing, que em abril anunciou o corte de 10 % da equipa, cerca de 160 mil trabalhores a nível mundial.