Última hora
This content is not available in your region

OMS alerta que mortalidade vai aumentar no outono

euronews_icons_loading
OMS alerta que mortalidade vai aumentar no outono
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

O número de casos de Covid-19 na Europa aumenta de forma acentuada há várias semanas, sobretudo em Espanha e França. E a situação deve piorar com a chegada do outono, como avisa a Organização Mundial de Saúde (OMS).

"Vai ser mais difícil. Em outubro, novembro, haverá mais mortalidade. Estamos numa altura em que os países não querem ouvir estas más notícias e eu entendo. Mas também acho que é muito importante que isto vai terminar num momento ou noutro. Isto não é o fim do mundo", afirma o diretor da OMS Europa, Hans Kluge.

Em França, o número de novos casos ultrapassou a barreira dos 10 mil no sábado e os médicos temem o pior. "Acho que vamos poder comparar meados de outubro a meados de fevereiro ou março. O problema é que se os casos aumentarem tanto quanto na primeira vaga, o nosso sistema de saúde não conseguirá dar resposta e provavelmente teremos a mesma catástrofe que tivemos da primeira vez", diz Jonathan Peterchmitt, médico em França.

A OMS deita ainda por terra as esperanças de que uma vacina seja a solução para a pandemia. "Eu ouço a toda a hora que a vacina vai acabar com a pandemia. Claro que não! Nem sabemos se a vacina vai ajudar todos os grupos da população. Alguns sinais que obtemos agora é que vai ajudar uns grupos e não outros. E se tivermos que trabalhar com vacinas diferentes será um pesadelo logístico!", realça Hans Kluge.

Os 50 Estados-membros da Organização Mundial de Saúde Europa discutem, esta segunda e terça-feira, a resposta à pandemia do novo coronavírus e vão tentar acordar uma estratégia de cinco anos.