Último debate presidencial nos EUA

Preparativos para o debate
Preparativos para o debate Direitos de autor Patrick Semansky/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Depois do caos do primeiro encontro, microfones vão desligar alternadamente no encontro de Biden e Trump em Nashville.

PUBLICIDADE

Muito pouco ou nada na campanha eleitoral americana tem sido o habitual. Por isso, as expetativas relativamente ao debate desta noite, e último, são ainda maiores. O encontro dá-se em Nashville, a 12 dias do escrutínio presidencial. E, como é previsível, os ânimos estão mais do que ao rubro.

Todo o cenário gira em torno das barreiras de proteção instaladas, ou Donald Trump não tivesse testado positivo à Covid-19 recentemente, o que impediu a realização do debate intercalar. Desde o fim de semana que organizadores e jornalistas foram continuamente submetidos a testes de despistagem.

Na memória está ainda o caos que foi o braço de ferro anterior, que Chris Wallace tentou moderar, entre interrupções constantes, assim como comentários controversos e até insultos.

Cada candidato terá agora dois minutos para responder a cada pergunta, antes do frente a frente. Durante esse período, o microfone do adversário estará desligado.

Desta vez, a árdua tarefa cabe a Kristin Welker, da NBC, que Trump já descreveu como sendo "muito parcial", falando inclusivamente nos pais da jornalista, que são democratas conhecidos pelo ativismo político.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Responsável pela criação do ChatGPT readmitido pela startup OpenAI

OpenAI demite diretor executivo, Sam Altman

"Rapper" Sean Combs acusado de violação e abuso pela ex-namorada