Última hora
This content is not available in your region

Destituição de Trump. Acusado pelos democratas, salvo pelo Senado

Destituição de Trump. Acusado pelos democratas, salvo pelo Senado
Direitos de autor  AP Photo/Evan Vucci
Tamanho do texto Aa Aa

Há sensivelmente um ano, Donald Trump enfrentava um processo de destituição iniciado pelos democratas. O presidente norte-americano foi acusado de abuso de poder e obstrução ao Congresso por alegadamente ter pressionado o homólogo ucraniano a investigar os negócios do filho de Joe Biden na Ucrânia.

A acusação foi aprovada pela Câmara dos Representantes, dominada pelos democratas, tornando Trump no terceiro presidente na história dos EUA a ser impugnado.

Para o acusado, tudo não passou de um "embuste" e de uma "caça às bruxas".

O processo acabaria por ser travado no Senado, maioritariamente republicano, onde o chefe de Estado norte-americano foi julgado e absolvido. E o resultado foi tomado por Trump como uma prova de inocência e da existência de uma conspiração democrata para o expulsar da Casa Branca.

As hostilidades agravaram-se ainda mais depois de a líder da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi rasgar uma cópia do discurso proferido por Trump, no Estado da Nação. A democrata classificou o documento como um "manifesto de inverdades", dando o tom a uma das mais divisivas campanhas eleitorais nos Estados Unidos da América.