Última hora
This content is not available in your region

Lewis Hamilton "sultão" da Fórmula 1 ao conquistar sétimo título mundial

euronews_icons_loading
Lewis Hamilton "sultão" da Fórmula 1 ao conquistar sétimo título mundial
Direitos de autor  MURAD SEZER / POOL / AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Lewis Hamilton tornou-se num "sultão" da Fórmula 1 em Istambul no Grande Prémio da Turquia. Conquistou o 7º título de campeão do mundo, igualou o feito do alemão Michal Schumacher.

Sexto na grelha de partida num circuito que deu algumas dificuldades à Mercedes, venceu as adversidades e triunfou a corrida, deixou os pneus bem gastos.

Foi seguido pelo mexicano Sergio Pérez da racing Point, no segundo posto, e do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari no terceiro lugar, no pódio pela primeira vez numa época atípica.

Hamilton agradeceu à Mercedes e à família a ajuda dada na conquista do seu sétimo título de campeão mundial de Fórmula 1, e incitou todas as crianças a perseguirem os seus sonhos.

“Quando somos crianças temos sonhos, e vemos a Fórmula 1 como algo muito distantes. O importante é que todas as crianças persigam os seus sonhos e trabalhem duro para os alcançar. Quando o fazem, os sonhos podem tornar-se realidade”, afirmou Hamilton, no final do Grande Prémio da Turquia, no qual assegurou matematicamente o título.

O britânico, que igualou o recorde de títulos na Fórmula 1 que pertencia ao alemão Michael Schumacher, admitiu que o trabalho da Mercedes e o apoio da família foram essenciais em mais uma conquista.

“Não tenho palavras para expressar o que sinto, mas tenho de começar por agradecer a todas as pessoas da equipa, os que estão aqui e aos que trabalham na fábrica. Sem esta equipa não teria conseguido”, disse, acrescentando: “Também estou muito grato à minha família que sempre me apoiou, em especial quando era pequeno”.

Lewis Hamilton, que ao vencer na Turquia, aumentou para 84 o seu próprio recorde de triunfos em Grandes Prémios, admitiu que “o ano tem sido difícil para todos” e defendeu a necessidade de Fórmula 1 se tornar “mais sustentável”, garantindo que quer fazer parte desse desafio.

Aos 35 anos, Lewis Hamilton é recordista de pódios (162), de ‘pole positions’ (97), de vitórias (94) e, agora, de títulos, em igualdade com Michael Schumacher (7).