Última hora
This content is not available in your region

Polémica com vacina britânica contra a Covid-19

euronews_icons_loading
Polémica com vacina britânica contra a Covid-19
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca em colaboração com a Universidade de Oxford está a alimentar polémica e receios. Tudo depois do fabricante ter admitido que os melhores resultados vieram de testes realizados com um erro de dosagem.

Chris Smith, virólogo e editor do podcast The Naked Scientists: _"Originalmente, todas as pessoas no estudo deveriam ter recebido duas doses elevadas da vacina. Mas na realidade algumas receberam uma primeira dose que era metade do que deveria ter sido. _

_Isso não seria normalmente um problema, se queremos apenas testar se algo é seguro ou se funciona. Mas quando analisaram os dados descobriram que os que tiveram doses menores pareciam reagir bastante melhor do que os que receberam as duas doses elevadas. _

_Estão a descrevê-lo como uma 'descoberta fortuita', porque se se revelar verdade e não apenas uma falha estatística, pode significar que a vacina vai muito mais longe do que tinha sido antecipado. _

Mas, ao mesmo tempo, afetou a confiança do público, porque as pessoas estão preocupadas pelo facto destas vacinas estarem a ser produzidas a grande velocidade, com pesquisas realizadas em dez meses, quando normalmente demoram dez anos. E, por isso, há uma certa hesitação face às vacinas."

A própria farmacêutica britânica admitiu que a sua vacina necessita de "um estudo adicional" para validar os resultados da eficácia contra o coronavírus e o governo do Reino Unido já pediu formalmente à agência reguladora de medicamentos do país para avaliar se a sua utilização pode ser autorizada.