Última hora
This content is not available in your region

Polícia e militares patrulham ruas na Hungria

euronews_icons_loading
Polícia e militares patrulham ruas na Hungria
Direitos de autor  from Euronews video
Tamanho do texto Aa Aa

Ruas desertas na Hungria após as oito horas da noite.

A polícia patrulha as ruas depois do governo ter decretado o recolher obrigatório que dura até às cinco da manhã.

Durante este período, as pessoas podem apenas sair de casa para o trabalho ou passear o cão.

A polícia pode interpelar qualquer pessoa.

Nas últimas semanas as autoridades húngaras emitiram cerca de oito mil avisos e multas para quem viola as regras.

A polícia contudo não está sozinha. Elementos do exército e do centro antiterrorismo também estão envolvidos nas operações.

O objetivo é dissuadir e deter criminosos que tentam tirar partido da situação.

No centro da capital, Budapeste, há quem elogie o trabalho das autoridades embora nem todos estejam satisfeitos com o recolher obrigatório.

"Eu diria que a polícia está a fazer um bom trabalho mas não estou contente com o recolher obrigatório porque durante o dia toda a gente anda na rua", afirma um dos raros transeuntes.

Ao cair da noite, o trânsito desaparece mesmo das ruas e avenidas mais movimentadas.

O recolher obrigatório vai durar até 11 de dezembro.